Atendimento: (11) 3657.6135 / (11) 96750.2684 oi / (11) 95649.0384 vivo
twitter instagram

Artigos / 5 principais erros dos proprietários de cães!

5 principais erros dos proprietários de cães!

5 principais erros dos proprietários de cães!

Você sabia que diariamente nós humanos cometemos diversos erros na criação de um cão e que isso pode gerar muitos problemas futuros? É muito engraçado porque algumas ações que tomamos acaba ensinando e reforçando comportamentos que não queremos, gerando consequencias leves a graves no comportamento do nosso peludo! Depois o culpamos por seus comportamentos e alguns acabam abandonados/ maltratados ou doados por se comportarem da forma que nós mesmos ensinamos! Contraditorio né?

E quais são esses erros? Nesse artigo vamos abordar os 5 mais principais:

1-      Incentivar pulos em filhotes

Quem ai não fica apaixonado ao ver um filhotinho fofo carente implorando atenção pulando em suas pernas? Realmente é uma cena dificil de resistir e sem dúvidas é a melhor fase e mais gostosinha da vida de um cachorro, mas, filhotes crescem e alguns deles se tornam enormes e persistentes! Quando você olhar aquele filhotinho fofo lembre-se que ele pulará em você com as patas limpas ou sujas, te derrubando ou nao, sendo você, sua mãe, sua vó ou seu filho de 4 anos!

O melhor que vocês podem fazer é não dar atenção até que ele pare de pular e permaneça no chão, ai o carinho está liberado! Logo ele permanecerá no chão para ganhar atenção !

2-      Incentivar mordidas com brincadeiras

Sem duvida nenhuma, uma das maiores reclamações dos donos sobre filhotes são as brincadeiras estúpidas com mordidas, filhotes brincam assim naturalmente e se forem incentivados isso pode virar um vício difícil de tirar por uma grande parte da vida do cachorro, e se com 2 meses as mordidas não são tão evidentes, com 6 meses o cão pode estar te deixando marcado, roxo, rasgando suas roupas, e dependendo do tamanho e porte do animal, usará as mordidas como meio principal para brincar, podendo piorar quando você tentar corrigi-lo, alguns cães chegam a pular para puxar os cabelos para chamar atenção das pessoas. Então procure nunca incentivar as mordidas, se não forem reforçada em brincadeiras elas logo sumirão do comportamento do cão!

3-      Bater

O que acontece quando alguem vem e nos dá um tapa na cara por qualquer motivo que seja?  Você confiaria nessa pessoa novamente? Se não achamos isso certo porque precisamos bater nos cães para tentar corrigi-los? Agredir o cão gera medo, defesa, desconfiança, ansiedade, confusão, estresse e consequentemente diversos problemas comportamentais!  Não bata no seu cão, isso não funciona, comece a criar estratégias para educa-lo corretamente, e se não consegue, chame um professional, porque o barato pode sair caro! E bater não é a solução, e só confunde o cachorro!

4-      Corrigir sem pegar no flagra

Esse é um erro muito comum que não ensina nada pro cão e só desgasta a familia! O cão só entenderá uma correção ou um elogio se ele for feito no ato do comportamento, pois cães não tem senso do que é certo ou errado do mundo humano, cães só se comportam de acordo com os seus intinstos, e se não forem educados corretamente nunca aprenderão a se comportar! Pense bem, é justo agredir o cão por algo que ele nem sabe que é errado?

Se todos os dias que seu cão fica esperando você chegar ele se sentir entediado e rasgar alguma coisa, quando você chegar ele nunca vai entender que a bronca que está levando é referente ao que ele rasgou, criando uma enorme confusão na cabeça do cão, no dia seguinte ele poderá se esconder quando você chegar, mas não porque sabe que fez algo errado, mas porque você chegou e vai agredi-lo supostamente sem motivo! Se você não pegar seu cão aprontando algo no flagra, não perca seu tempo e suas emoções se irritando com ele ou descontando estresses do dia nele, não vai resolver!

5-      Humanizar o cão!

Quando se fala em humanização logo se imagina aqueles cães com roupas estravagantes, unhas pintadas, que ficam no colo 24 horas por dia e são mimados como crianças, claro, isso também se enquadra nesse tópico, mas, vou me aprofundar um pouco mais: Humanizar o cão também é interpreta-lo como se fosse humano, e isso, quase todos nós fazemos!

Uma grande dificuldade que nós humanos temos é em nos colocar no lugar de outras espécies, nós interpretamos elas como se fossem outros humanos, como se pensassem como nós, falamos com elas como se falassem nossa lingua, e, nos frustramos enormemente quando elas não nos respondem como nós queremos, nós acabamos sendo injustos quando exigimos que um cão se comporte como um humano.

Mas o mais estranho nisso tudo é a contradição, quem nunca ai disse que ama mais os animais do que a humanos? Nós nos cercamos de animais em volta justamente porque não são humanos, e precisamos entender suas limitações, saber que eles precisam que a gente compreenda melhor suas necessidades, e que precisamos permitir que um cão seja o que nasceu pra ser: um cachorro! E ser um cachorro é: correr sem parar, brincar com outros cães, babar, chacoalhar depois de um banho, brincar de morder, temos que entender e aceitar que o cão LATE e late alto, temos que achar graça de algumas situações e não apenas arrancar os cabelos porque ele roeu um chinelo, ou porque encheu sua casa de pelos, temos que permitir que eles roam ossos, e que as vezes numa empolgação derrube uma cadeira, e que com o abanar da cauda quebre algum vaso, não faz sentido brigarmos com eles por coisas que eles não tem controle, eles nunca serão humanos e é por isso que os amamos!

Não quero dizer que devemos deixar eles se comportarem como quiserem, mas que não faz sentido a gente se irritar com essas coisas, se queremos ter um cão, temos que saber educa-los com justiça, sabendo que eles não são humanoides de 4 patas!

Conheça nosso serviço de adestramento AQUI !

Assista nosso vídeo explicando esse tema AQUI !